domingo, 13 de junho de 2010

Copa do Mundo FIFA 2010 - Análise do Segundo Dia


Mais um dia de Copa do Mundo. Agora sim começaram a aparecer as primeiras vitórias da competição. A rodada do dia foi movida por três jogos, dois pelo grupo B e um pelo grupo C.





O primeiro jogo do dia foi entre Coréia do Sul e Grécia, pelo grupo B. Um jogo marcado pela boa atuação do time coreano, destacando um futebol objetivo e um esquema tático eficiente, o time deitou e rolou em cima da seleção grega fazendo o seu primeiro gol aos sete minutos do primeiro tempo, com o zagueiro Lee Jung-soo. No restante do primeiro tempo só deu Coréia do Sul e, na volta ao segundo tempo não teve outra, numa falha da zaga grega, Park Ji-sung toma a posse de bola e invade a área adversária tocando pro fundo das redes, 2 a 0 Coréia do Sul. A seleção da Grécia, resumidamente, fez uma partida horrível, permanecendo ainda com a amargura de nunca ter feito um gol em Copas do Mundo.

O segundo jogo do dia, válido ainda pelo grupo B, foi entre Argentina e Nigéria. Com belas atuações entre as duas seleções foi o melhor jogo da Copa até agora. Logo nos primeiros dez minutos a Argentina se mostrou superior, marcando assim o seu primeiro gol aos seis minutos de jogo, com Heinze, depois de uma “agarrada segura” do argentino Samuel no zagueiro da Nigéria, deixando o gol irregular, porém validado pelo juiz. O restante da partida foi equilibrado, de um lado Messi com todo o seu talento e fazendo jus ao título de melhor jogador do mundo, e do outro Enyeama, o paredão nigeriano, causando terror nos atacantes argentinos, fazendo defesas milagrosas. Um show a parte da partida foi o técnico argentino, Maradona, que com todas as suas expressões e ações causou destaque entre todos no Ellis Park stadium. Por fim a partida saiu de 1 a 0.


O último jogo do dia aconteceu entre Inglaterra e Estados Unidos, pelo grupo C. O início do jogo não foi mais do que o esperado, um show inglês, que se resultou num gol de Gerrard aos quatro minutos, depois de receber um belo passe Heskey numa jogada começada por Rooney. Contudo parece que a seleção inglesa fez questão de contradizer todas as expectativas e se acomodou no jogo, deixando uma idéia de satisfeitos com o magro resultado de 1 a 0. A acomodação foi tanta que o goleiro da Inglaterra, Robert Green, não ligou tanto pra um chute despretensioso de Dempsey aos 40 minutos do primeiro tempo, “deixando” aquela bola passar por entre os seus braços e resultando num belo frango, frango não, um gordo peru, deixando assim tudo igual no Royal Bafokeng. Finalmente, num jogo ameaçado por ataques terroristas, o único terror foi o frango do goleiro inglês, e a ausência do “craque galã” Beckham causou prejuízos à seleção da Inglaterra. Jogo encerrado e placar de 1 a 1.

Comentarista Oficial de Esportes: Wedson Kleydir




Em breve mais Análises Supimpas por Kaio Oliveira. Por enquanto, siga ele no twitter: http://twitter.com/_kaiooliveira 
 
Dicas?Escreva nos comentários ou envie para: cacarecoblog@yahoo.com.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário