quarta-feira, 7 de julho de 2010

Cazuza, o Poeta de Um Milhão de Ideias


Há exatamente vinte anos o Brasil entoava milhares de choros Exagerados, morria um dos maiores poetas e músicos do país, Cazuza.
Em uma forma no mínimo genial Cazuza conseguiu tocar as pessoas principalmente pela cabeça, por conseguir expor tudo àquilo que as pessoas achavam, suas letras, um tanto poéticas, sempre trazem a reflexão, trazem aquele sentimento em que a gente para e pensa: “poxa isso realmente é verdade”. Quem nunca ficou pensando “O tempo não para.”? Pois é, infelizmente (para algumas situações) ele não para, e já se passaram vinte anos que a nossa música não é mais a mesma.
Cazuza não fez apenas músicas “revolucionárias”, “filosóficas”, mas também românticas, poéticas, ele sabia exatamente como expor as “coisas do coração”, como falar tudo aquilo que se sentia.
Cazuza foi um verdadeiro marco na música, um ícone a ser seguido por essa nova geração musical que nos rodeia com suas musicas um tanto “comovidas”. É preciso aprender como se faz música com prazer, e isso Cazuza sabia fazer como ninguém.
É obvio que é impossível descrever quem foi e o que ele representa, para se fazer isso eu teria que gastar horas e horas, páginas e páginas, mas fica aqui a singela homenagem do Cacareco para o grande CAZUZA.



Siga o nosso vlogueiro oficial Kaio Oliveira no twitter:  http://twitter.com/_kaiooliveira 
Dicas?Escreva nos comentários ou envie para: cacarecoblog@yahoo.com.br 


Nenhum comentário:

Postar um comentário